Teresina

Mulher é investigada por matar ex-companheiro queimado em Teresina

15/09/2021 14:37

Jéssica Ferreira de Sousa teve a prisão domiciliar decretada nessa terça-feira (14) depois de ser presa em flagrante por jogar álcool e atear fogo no ex-companheiro, Julio Gabriel de Jesus Alves.

O caso aconteceu na madrugada de segunda-feira (13) no conjunto Santa Bárbara, Zona Leste de Teresina, e o homem morreu horas depois, no Hospital de Urgência de Teresina.

Segundo a decisão da juíza Cássia Lage de Macedo, da Central de Inquéritos de Teresina, a mulher estava em casa com o filho de apenas nove meses quando o homem, por volta de meia-noite, teria invadido a casa dela pulando um muro.

Ele teria ficado até 3h da madrugada na casa, segundo a defesa de Jéssica, fazendo ameaças contra ela e o filho bebê. Conforme a decisão, já havia medida protetiva em favor de Jéssica contra Júlio, por situações anteriores de violência doméstica.

"Em audiência, a flagranteada relata que (...) Júlio havia pulado o muro da residência e entre o horário de 00:00 até as 03:00 da madrugada, ficou ameaçando-a, bem como seu filho de apenas 09 meses. Por isso, não aguentando mais sofrer as ameaças e para se proteger e o filho, jogou álcool e ateou fogo", relatou a decisão.



Fonte: G1 PI



Comentário




Copyright © Portal Destaque do Maranhão

Desenvolvido por: