Bom dia, 29 de setembro de 2022
PUBLICIDADE

Adolescentes confessam participação em morte de timonense no Piauí

Publicado em: 21/09/2022 09:27

Duas adolescentes confessaram a participação participação na morte da maranhense Joycilene Nascimento Silva, de 32 anos, em depoimento na Delegacia de Homicídios de Timon, que informou já ter identificado praticamente todos os envolvidos. A vítima foi encontrada morta nas águas do Rio Parnaíba, na zona Norte de Teresina, no último dia 6 de setembro.

O delegado Otávio Chaves, titular da Delegacia de Homicídios de Timon, explicou que, durante os depoimentos, as adolescentes explicaram que a vítima foi assassinada porque ela morava no bairro de uma facção rival da qual elas faziam parte. Toda a situação aconteceu em uma festa de reggae na cidade em Timon, onde Joycilene Nascimento foi vista pela última vez.

“Elas basicamente falaram que estavam muito embriagadas no dia do acontecido, algumas coisas não lembravam, mas que mataram a vítima porque ela morava em um bairro diferente da facção delas. Simplesmente por isso mataram a Joycilene. Praticamente todos os envolvidos foram identificados, uns já foram ouvidos, outros estão colaborando, e alguns estão usando seu direito em permanecer em silêncio. A gente vai fazendo a nossa investigação aqui”, disse o delegado.

As adolescentes investigadas estão sendo monitoradas pela delegacia do menor infrator e devem ser apreendidas.

Familiares negam que Joycilene tinha envolvimento com o mundo do crime. As investigações apontam que a vítima pode ter sido espancada e torturada antes da morte. A vítima chegou a aparecer em vídeos que circularam nas redes sociais sendo agredida em um suposto tribunal do crime.

“A gente está identificando a participação de cada um no delito e cada um responderá por sua conduta. Quem ajudou a matar, quem apenas foi ao local, quem incentivou, enfim. Cada um vai responde por sua culpabilidade”, pontuou o delegado.

O CRIME

O corpo de uma mulher foi encontrado no dia 06 de setembro, às margens do Rio Parnaíba, nas proximidades da Avenida Boa Esperança, no bairro São Joaquim, na zona Norte de Teresina. Trata-se de Joycilene Nascimento Silva, de 32 anos, que estava desaparecida desde o último domingo (04). Ela era moradora da cidade de Timon, distante 438 km de São Luís.

A informação foi confirmada pelo Instituto Médico Legal, que afirmou que familiares da vítima realizaram o reconhecimento do corpo, encontrado por populares da região.

Joycilene Nascimento Silva aparece em vídeos que circularam nas redes sociais sendo espancada em um suposto tribunal do crime, e familiares a procuravam desde então. No entanto, eles negam seu envolvimento com o mundo do crime.

O corpo encontrado tinha as mesmas características da jovem. O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).


Fonte: Jornal Pequeno


Comentários






Portal Destaque do Maranhão



Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.


Desenvolvido por:
c2 tenologia web