Boa tarde, 20 de maio de 2022
Desque do Maranhão
PUBLICIDADE

Polícia Civil prende quatro suspeitos de estupros em cidades do Maranhão

Publicado em: 30/11/-0001 12:00

A Polícia Civil do Maranhão tem fechado o cerco contra o crime de violência praticados contra crianças e adolescentes no estado. Dando como exemplo desses fatos, entre os dias 17 e 19 de janeiro, ações policiais foram deflagradas distintamente em quatro cidades do interior do Maranhão resultando nas prisões de quatro homens suspeitos de cometerem o crime de estupro praticados contra menores de idade. As prisões ocorreram nos municípios de Pio XII, Arari, Imperatriz e Coroatá.

Na última segunda-feira(17), a 10ª Delegacia Regional de Imperatriz deu cumprimento ao mandado de prisão temporária contra um homem por estupro de vulnerável. A princípio, o indivíduo teria sido pego em flagrante pelo crime de posse de arma de fogo de uso permitido. Ao chegar no local, os policiais foram informados por uma testemunha, que o preso abusava sexualmente de sua própria filha de 12 anos de idade.

Em Pio XII, um mandado de prisão foi cumprido na última quarta-feira(19) pela Polícia Civil da cidade, contra um homem de 36 anos de idade, natural da cidade de Teresina, capital do Piauí, investigado de ter cometido o delito de estupro de vulnerável em setembro de 2020, na cidade piauiense de União, quando vitimou uma adolescente de apenas 12 anos de idade, afilhada dele.

Também na última quarta-feira(19), porém na cidade de Arari, a Polícia Civil prendeu preventivamente um homem investigado pelo crime de estupro de vulnerável contra 02 (duas) enteadas quando estas tinham respectivamente 10 (dez) e 12 (doze) anos de idade. As vítimas denunciaram o crime ao Conselho Tutelar da cidade que posteriormente comunicou a autoridade policial.

Na cidade de Coroatá, um homem foi preso preventivamente na quarta-feira(19) por estupro de vulnerável praticado contra a sua própria filha, hoje com 13 anos de idade, que segundo relatos da mesma vinha sendo abusada desde os 10 anos de idade. A prisão ocorreu no bairro Vila Vavá.

Em todos os casos, os investigados após prestar depoimentos nas delegacias de Polícia das respectivas cidades, foram encaminhados aos sistema prisional onde vem aguardar presos uma decisão do Poder Judiciário.


Fonte: Policia Civil MA







Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.


Desenvolvido por:
c2 tenologia web